terça-feira, 19 de maio de 2015

DIP - material de apoio

Olá,

Quando cheguei do trabalho ontem (18-maio) tive a grata surpresa de ver o kit do organizador do DIP - Domingo da Igreja Perseguida enviado pela Portas Abertas sobre a minha mesa. Mas e agora? O que isto representa?

Foto: Material DIP - by Lucas Filho
Passei a semana passada divulgando o evento nas redes sociais, no meu trabalho e entre irmãos. Na esperança de que diversas igrejas pudessem abraçar a causa e independente de "placa de igreja", se rendessem a algo maior: O amor aos irmãos.

Fui atrás, e mesmo não sendo pastor, glorifico a Deus por ter me dado a oportunidade de receber este material, e farei com ele um bom proveito. Cartazes, fichas de inscrição, crachá, guia do organizador e algumas outras coisinhas.

No próximo dia 31, acertamos de ir pregar na localidade de Sítios Novos em Caucaia-CE - depois eu coloco mais detalhes. Mas o que eu tenho para escrever nesta postagem é relatar a minha felicidade em ter a chance de participar de algo tão grande para a obra de Deus e ao mesmo tempo tentar entender onde estão as outras igrejas?

Fico triste em saber que aqui em Fortaleza, temos igrejas muito grandes em tamanho, em membros e espalhadas por diversos bairros e elas - que eu saiba, não estão se mobilizando para este evento. Será que a "placa" impede? Será que só participam de eventos os quais estas mesmas organizam? Será que os membros não tem voz para pedir que os seus pastores pelos menos receberem um pregador de fora da igreja (física) para falar sobre isto? Será que somos "a igreja" de cimento e concreto, fria e indiferente e não a "igreja do Senhor" que se importa com os demais membros do corpo?

Oro a Deus que mais e mais pessoas divulguem este texto na esperança de termos no dia 31 de maio uma grande concentração de fé e esperança em prol dos irmãos perseguidos. Ou será que a distância nos faz deixar para lá... é assim mesmo... é o que está escrito então....?

Que Deus abençoe a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá,

Obrigado por comentar. Iremos avaliar o seu comentário para depois publicá-lo ou não. Não temos ninguém que faça a correção dos nossos textos, portanto, caso encontre algum erro, por favor, entre em contato que teremos o maior prazer em corrigi-lo.

Que Deus o abençoe!